Transporte coletivo intermunicipal volta a ser discutido na Câmara

Na manhã desta quarta-feira, dia 10, uma indicação verbal gerou bastante discussão entre os vereadores, na Câmara Municipal de Porto Real, durante a realização da 62ª sessão ordinária. Após acompanhar de perto uma operação fiscalizadora do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (DETRO/RJ) que acontecia no centro da cidade, em veículos particulares e de transporte alternativo de passageiros, o vereador Cláudio Luis Guimarães (PTB) levou até o plenário um pedido de providências.

O autor sugeriu ao chefe do Executivo que, juntamente com a secretaria competente, encaminhe um ofício ao DETRO/RJ pedindo a fiscalização das empresas responsáveis pelo transporte coletivo intermunicipal de passageiros. No pedido, o parlamentar solicita ainda uma reunião entre o Legislativo e a diretoria do Departamento de Transportes Rodoviários para tratar sobre assuntos relativos à questão dos horários e das linhas disponíveis. Pela relevância da matéria, o vereador Cláudio convidou todos os demais vereadores para serem coautores da indicação.

Em sua justificativa, Cláudio alegou que o serviço oferecido pelas empresas responsáveis pelos ônibus intermunicipais está insuficiente e necessita de fiscalização. “As operações para coibir o transporte irregular serão sempre muito bem-vindas em nosso município, pois são importantíssimas para garantir a segurança de toda a população. Mas, apurei com os agentes fiscalizadores aqui presentes sobre a fiscalização dos transportes coletivos e, para a minha surpresa, a ação não estava inserida na demanda da equipe. O serviço precisa ser completo. Então, além dos veículos particulares e de transporte alternativo, queremos que o DETRO/RJ fiscalize também os ônibus intermunicipais que estão gerando uma série de transtornos à população de Porto Real, principalmente aos munícipes que trabalham fora”, explicou o autor.

Em meio às discussões, o vereador Ronário de Souza (PSDB) parabenizou o autor e, favorável à indicação, informou já ter compromissos agendados junto ao DETRO/RJ, na próxima semana. O vereador ofereceu apoio e inclusive disponibilizou espaço em sua agenda para que os vereadores pudessem levar o assunto aos responsáveis com agilidade. “Não estamos mais em campanha política. Precisamos unir forças e nos debruçar sobre o problema para que a solução nos alcance o mais rápido possível. Neste momento, toda a ajuda é importante, necessária e bem-vinda. Disponibilizo minha agenda para que o assunto possa ser discutido”, comentou Ronário.

O vereador Fábio Maia (DC) comentou que o problema já é antigo e foi, inclusive muito discutido na gestão passada mas que a solução ainda não teria sido alcançada. O vereador Renan Márcio (PSD) completou dizendo que as tentativas de contato com o DETRO/RJ desde o início do mandato foram muitas, mas que também não obteve um retorno positivo. Já, os vereadores Diego Graciani (Cidadania) e Fernando Beleza (PSD) se mostraram preocupados com o volume constante das cobranças vindas da população.

O vereador Henry de Carvalho (PDT) também parabenizou o autor pela proposta e se colocou à disposição para reivindicar. Henry acrescentou que alguns pontos também precisam ser esclarecidos. “As respostas precisam chegar à população. O DETRO/RJ poderia averiguar qual o real motivo do ‘sumiço’ de linhas importantes, a unificação de outras sem autorização e tomar providências sobre a superlotação das linhas existentes, por exemplo”, enfatizou ele.

Já, o vereador Elias Vargas (PRTB), tendo apresentado os horários dos ônibus disponíveis aos nobres edis, demonstrou descontentamento, pois, em sua opinião, os horários não atendem a classe trabalhadora. “Precisamos mostrar que estamos insatisfeitos. Queremos mais ônibus, mais linhas, fiscalizações mais severas e punições eficientes. As comemorações de fim de ano se aproximam e é onde há o aumento da demanda, portanto, as atitudes precisam ser tomadas. Precisamos agir e tenho certeza que esta Casa vai mostrar a solução do problema para a população. Levaremos o caso ao Ministério Público, se preciso for”, salientou Elias.

Para o presidente da Casa, vereador Carlos Antônio de Lima (Avante) a discussão mostra o total empenho do poder Legislativo com a problemática. “Grande parte da nossa população faz uso diário do transporte coletivo e as reclamações são baseadas nas experiências vividas por esses usuários. As reivindicações são pertinentes e não vamos medir esforços para solucioná-las. Parabéns ao autor da indicação e aos demais vereadores por estarem empenhados nesta causa”, finalizou.

Assessoria CMPR

Publicado em quarta-feira, 10 de novembro de 2021

ACOMPANHE A CÂMARA
Receba novidades sobre assuntos da Câmara

ENDEREÇO:
Av. Dom Pedro II,1550 - Centro - Cx. Postal
CEP 27570-000 - Porto Real - RJ
ATENDIMENTO:
Telefone: (24)3353-2600
E-mail: ouvidoria@cmportoreal.rj.gov.br

ATENDIMENTO AO PÚBLICO:
De segunda a sexta, das 8h às 14h

HORÁRIO DAS SESSÕES:
Toda segunda e quarta, às 10h